Movimento Cívico pela Linha do Tua – José Manuel Lopes Cordeiro


Mudamo-nos para www.oportoemconversa.com

José Manuel Lopes Cordeiro, Professor Auxiliar da Universidade do Minho e presidente da Associação Portuguesa para o Património Industrial, no debate organizado pelo Movimento Cívico da Linha do Tua em Bragança a 17 de Janeiro de 2009, fala da Linha do Tua como grande obra da Engenharia portuguesa e enquadra-a na cada vez mais significativa presença deste tipo de património nas listas de património classificado da UNESCO

Duração total: 08:52

Podem descarregar o programa directamente ou subscrever o podcast através deste link .

Algumas Notas:

  • arquelogia industrial
  • linha do tua desempenha um papel de serviço das populações locais
  • linha do tua é um exemplo magnifico da engenharia portuguesa(…) não tem equivalente em portugal a esse nivel(…) ainda não se reconhece o valor que o património industrial tem
  • por todo o o mundo o património industrial tem vindo a ser valorizado(…) basta ver a lista da unesco de património que tem sido classificado nos últimos 10/15 anos
  • o ano passado a lista da unesco integrou 2 linhas ferroviárias, uma na suiça e outra na india, linhas que a nível histórico ou paisagístico não oferecem nem mais nem menos do que a linha do tua
  • linha do tua tem importância estratégica no desenvolvimento – a nivel turistico. mas mais do que planos é preciso investimento => senao ficamos como aconteceu com a linha… não houve investimento e ela degradou-se
Anúncios

Etiquetas: , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: